Rap Nacional

Tunico da Vila traz Martinho da Vila, BK’, Dexter, Kamau, Rashid e mais para releitura da clássica “Quero, Quero”


Tendo assinado com a Sony Music Brasil em abril desse ano, Tunico da Vila lançou oficialmente seu primeiro trabalho sob ela. Dando uma nova cara para a clássica “Quero, Quero” do seu pai Martinho da Vila, gravada em 1977 durante a ditadura militar, ele divulgou uma releitura especial dela, incorporando elementos hip-hop.

Além de uma roupagem mais moderna, mantendo a essência da versão original do som, o cantor trouxe Martinho, BK’, Dexter, Kamau, Rashid, Rappin Hood e o coletivo Melanina Mc´s para contribuírem no trabalho. “O samba-rap de Quero, Quero fala do querer humano, do participar, do grito pelos direitos soberanos unindo samba e rap, duas culturas negras mensageiras. Acabou se tornando um desabafo coletivo, em tempos abafados, para quem aprendeu sobre liberdade como eu. Convidei amigos e amigas rappers, homens e mulheres, para desabafarmos juntos, cada um ao seu modo. Na filosofia africana é assim, todo mundo junto. A música, a poesia cantada, libera energias e forças para um mundo melhor”, declarou Tunico sobre obra musical.

O material acompanha de videoclipe dirigido por Déborah Sathler, que traz cenas filmadas entre entre o Rio de Janeiro, São Paulo e Vitória. Confira:

Comentários:

Instagram

Sabia que estamos no Instagram?

Não perca nenhuma novidade do Rap 24 Horas. Siga-nos clicando no botão abaixo!

Seguir! * CONTEÚDOS EXCLUSIVOS!